Além de soja, eles querem café e madeira do Brasil.

23/01/2015

Veja Também

A China foi o país que mais importou produtos agropecuários brasileiros em 2014. De acordo com dados do Sistema de Estatísticas de Comércio Exterior do Agronegócio Brasileiro (AgroStat), o apetite chinês gerou US$ 22 bilhões ao agronegócio do Brasil. O complexo soja foi o destaque com a cifra de US$ 17 bilhões, sendo somente a soja em grão com US$ 16,6 bilhões. O segundo setor brasileiro mais solicitado pelos chineses ao longo da temporada passada foi o de produtos florestais, com o montante de US$ 1,9 bilhão, sendo a celulose com US$ 1,7 bilhão.

Os Estados Unidos ocuparam a segunda posição em 2014 com negócios na ordem de US$ 7 bilhões em importações do Brasil. Os produtos florestais ficaram em primeiro lugar, com US$ 2,1 bilhões, sendo US$ 974 milhões para celulose. O café, na segunda posição, somou US$ 1,3 bilhão.

Os Países Baixos, Rússia e Alemanha completam a lista dos cinco principais importadores dos produtos agropecuários brasileiros com US$ 6,13 bilhões, US$ 3,65 bilhões e US$ 3,48 bilhões, respectivamente.

Elite

42,32 bilhões é a soma dos produtos agropecuários brasileiros importados por China, Estados Unidos, Países Baixos, Rússia e Alemanha em 2014. O montante adquirido pelos cinco países representa 43,7% do valor total importado do Brasil.

Fonte: agro.gazetadopovo.com.br