Economia da zona do euro deve desacelerar, aponta OCDE.

08/12/2014

Veja Também

LONDRES - O crescimento econômico da zona do euro deve desacelerar, segundo o índice de indicadores antecedentes da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE). Com isso, a região da moeda comum corre o risco de voltar ao quadro de recessão.

A entidade sediada em Paris informou que seu indicador de atividade econômica futura, elaborado a partir de informações disponíveis para outubro, também apontou para desaceleração no Reino Unido e na Rússia. O crescimento na maior parte das outras grandes economias do mundo permanecerá nas taxas atuais, nos próximos meses.

Os indicadores antecedentes geram mais preocupação de que a atividade econômica na zona do euro possa novamente retornar à recessão. A área da moeda comum superou um período de 18 meses de recessão no segundo trimestre de 2013, mas não consegue uma recuperação significativa. A economia da zona do euro cresceu 0,2% no terceiro trimestre, após avançar 0,1% no segundo.

A OCDE afirmou que houve perda do fôlego no crescimento na zona do euro, particularmente na Alemanha e na Itália. Na França, enquanto isso, o quadro é de estabilidade. O indicador antecedente composto para os 34 membros da OCDE manteve-se em 100,4 pontos em outubro pelo segundo mês. No Reino Unido há sinais de desaceleração, bem como na Rússia. Já na Índia houve uma melhora na leit ura, indicando mais crescimento nos próximos meses, enquanto em China e Brasil o dado aponta para estabilização do crescimento.

(Dow Jones Newswires)

Fonte: Valor Econômico