Itochu desiste de parceria com a Bunge.

12/08/2014

Veja Também

O negócio de açúcar e etanol no Brasil não vem sendo, definitivamente, sinônimo de boas notícias para a multinacional americana Bunge. Depois de acumular prejuízos consecutivos com a operação e de ainda não ter encontrado uma solução "estratégica" para o negócio, a múlti terá agora que desembolsar recursos para comprar a participação que a sua sócia japonesa Itochu Corporation detém no negócio.

Insatisfeita com as incertezas de rentabilidade futura do negócio, a Itochu, que investiu de 2008 a 2011 US$ 160 milhões para obter 20% das duas usinas, decidiu vender sua participação no negócio. O pedido para aquisição pela Bunge da participação da japonesa nas usinas Santa Juliana, localizada em Minas Gerais, e na Pedro Afonso, localizada em Tocantins, está em análise no Cade.

A Bunge já detém 80% das duas unidades. "A consolidação do controle pela Bunge decorre da definição da sócia (Itochu) de se retirar do mercado de açúcar e bioenergia brasileiro em razão das incertezas de mercado atuais", informou a Bunge em requerimento ao Cade. No mesmo documento, a japonesa, que detém a participação via subsidiária JB Bioenergy, afirmou que sua decisão se baseia na falta de previsão quanto visão incerteza de rentabilidade futura trazida pelas políticas governamentais adotadas para combate à inflação.

Fonte: Valor Econômico