Soja tem queda de quase 20% na BM&FBovespa em agosto.

29/08/2014

Veja Também

Em queda na bolsa de Chicago, a soja é a única commodity agropecuária negociada na BM&FBovespa que encerra agosto com retração em relação a julho, conforme balanço do Valor Data (fechado ontem) baseado nos contratos futuros de segunda posição de entrega. Com a baixa, de quase 20%, os papéis atingiram o menor patamar desde que foram lançados na bolsa brasileira, no fim de 2010.

Sustentado pelas perspectivas de menor oferta no Centro-Sul do país em consequência da prolongada escassez hídrica que afeta a região, o etanol fecha o mês com pequena valorização na mesma comparação (0,94%). Já o milho, influenciado pelos instrumentos de apoio aos preços que têm sido anunciados pelo governo federal, sobe 1,95%.

As principais valorizações, entretanto, foram as do boi e do café arábica. No primeiro caso, a boa demanda e o início do período de entressafra produzem uma alta de 3,4% na comparação entre as médias de julho e de agosto. No segundo, são também as incertezas geradas por intempéries que oferecem suporte. Em agosto, a alta do preço médio dos contratos de segunda posição chega a 8,76% em relação a julho e a expressivos 60,61% na comparação com agosto do ano passado.

Fonte: Valor Econômico