Qualidade

Pesquisa e Desenvolvimento

A CAP investe em pesquisa e desenvolvimento, na busca por novas tecnologias de produção, objetivando crescimento de mercado e atendimento pleno as novas exigências dos consumidores.

Em parceria com o Instituto Agronômico (IAC), desde o ano 2003, a CAP participa do programa de pesquisa voltado para o melhoramento genético e desenvolvimento de cultivares de amendoim. Essa parceria objetiva dinamizar as atividades de melhoramento genético, testar ao nível de agricultor as novas cultivares obtidas, avaliar suas qualidades comerciais, multiplicar e difundir suas sementes.

Durante este período, o IAC já obteve, e registrou no MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), para produção comercial, 8 novas cultivares. Deste material genético, merecem destaque as 4 cultivares mais recentes, do tipo Runner e de alto desempenho agronômico, e portadoras da característica "alto oleico". Esta característica refere-se ao maior teor de ácido oleico componente do óleo presente nos grãos.

Enquanto as cultivares tradicionais possuem de 40 a 50% deste ácido, os amendoins "alto oleicos" possuem cerca de 80%. O ácido óleico é importante para a conservação do produto, dando a ele uma maior durabilidade, prolongando a sua vida de prateleira. Como resultado desta parceria, os produtores têm acesso a sementes destas cultivares com alta qualidade e pureza varietal, assegurando a sua competitividade no mercado de amendoim.